Programa Minha Casa Minha Vida 2018

O Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal Brasileiro, garante aos cidadãos do país a oportunidade de adquirir a sua casa própria, através do pagamento de parcelas mais baixas, que não comprometam tanto o orçamento de suas famílias. O Programa é realizado pelo Governo Federal, em parceria com construtoras e com os governos estaduais e federais, e desde a sua criação, já beneficiou milhões de famílias brasileiras. Confira nesse artigo como fazer a sua inscrição no Programa Minha Casa Minha Vida.

como-se-inscrever-no-programa-minha-casa-minha-vida
como-se-inscrever-no-programa-minha-casa-minha-vida

Detalhes sobre o Programa Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, dá ao cidadão a oportunidade de financiar seu imóvel próprio em até 360 parcelas mensais, com um valor baixo o suficiente para não comprometer o orçamento familiar, e sem o acréscimo de juros em alguns casos.

O financiamento de imóveis através do programa é realizado com base na tabela SAC, que usa um sistema constante de amortização da dívida, o que faz com que as parcelas do financiamento de imóveis através do programa sejam decrescentes.

Além de realizar o cadastro e estar dentro da faixa de renda exigida pelo programa, que você vai conferir qual é no próximo tópico, para conseguir financiar um imóvel através do Minha Casa Minha Vida, é necessário que o cidadão:

  • Não possua financiamentos em andamento em seu nome;
  • Não possua imóveis em seu nome;
  • Não tenha utilizado seu FGTS para financiar um imóvel nos últimos 5 anos;
  • Não possua nenhuma restrição de crédito.

Renda Exigida para participar do Programa Minha Casa Minha Vida

Conheça agora as faixas de renda exigidas pelo Governo Federal para que o cidadão possa participar do Programa Minha Casa Minha Vida.

O Programa divide os compradores em dois grupos, sendo o primeiro deles formado por pessoas com uma renda familiar de até 3 salários mínimos ao mês, que devem se inscrever no programa junto as prefeituras da cidade onde moram, para que possam concorrer a casas populares.

Já o segundo grupo é formado por aqueles cidadãos que possuem uma renda familiar mensal de até 5 mil reais ao mês, e que devem procurar a Caixa Econômica Federal para realiza sua inscrição. Este grupo, poderá construir a casa da forma que desejar, desde que siga os padrões do programa.

Como se inscrever no Programa Minha Casa Minha Vida?

As casas do Programa Minha Casa Minha Vida são lançadas de maneira periódica pelas cidades brasileiras, e a prioridade do programa para o Governo, são as famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família.

Beneficiados do Bolsa Família têm chances maiores de conseguir um imóvel financiado através do programa. Para se inscrever no programa, o procedimento é um pouco diferente a depender da faixa de renda do interessado.

Quem tem renda familiar mensal de até 1800 reais deve procurar a prefeitura da cidade onde mora, e verificar se há vagas abetas para a inscrição no programa, uma vez que nem sempre haverá imóveis disponíveis em todas as regiões.

Depois de se inscrever, deverá aguardar que a prefeitura da cidade proceda o sorteio, e quando contemplado, fazer a assinatura do contrato, e receber o imóvel. Quem tem uma renda familiar entre 1800 e 5 mil reais, deve fazer a sua inscrição em uma agência da Caixa Econômica Federal, levando a seguinte documentação:

  • RG;
  • CPF;
  • Ficha de Cadastro Habitacional;
  • Comprovantes de renda dos últimos 6 meses;
  • Extrato do FGTS;
  • CTPS;
  • Certidão de nascimento, se solteiro, ou de casamento, se casado;
  • Comprovantes de despesas, como água, luz, aluguel, entre outros.

Neste artigo você conheceu um pouco mais sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, e como é possível realizar a sua inscrição no mesmo. Se gostou desse artigo, e quiser receber mais conteúdo como esse, continue acompanhando as nossas postagens e confira nossos artigos anteriores.

Gostou do artigo? Então acesse esse LINK para ter acesso as informações no site da Caixa.